“…”

“Tá certo que o nosso mal
Jeito foi vital
Pra dispensar o nosso tom;
O nosso som pausou.”

Venho por meio desta dizer que seja feliz. Aproveite cada momento de sua vida. Não mude, continue sendo você.

Se por acaso, algum dia um “carinha” teimoso por natureza “teimar” em te dizer que você é a mulher da vida dele, DUVIDE. Talvez tenha sido culpa da bebida, do momento ou do coração machucado de um outro relacionamento fracassado. DUVIDE, mesmo que a noite pareça maravilhosa e que você esteja tentada a deixar seu namorado por ele. NÃO VALE A PENA.

– Uma pena…

E se de repente esse mesmo “carinha” manter o contato via msn, pedir o telefone, virar uma espécie de “amigo”. NÃO PERMITA. Mantenha ele longe com suas conversas fiadas e seu pseudo-charme industrializado e engarrafado em larga escala para mil possíveis amores. NÃO PERMITA. Isso tudo vai acabar e o fato dele ter paquerado com sua irmã só mostra que aquilo não iria dar em nada. NÃO VALE A PENA.

– Poesia nunca prevalesce…

O roteiro é conhecido… ele vai se enfiar em vários relacionamentos com prazo de validade e mesmo estando com alguma menina legal ele vai paquerar com você sempre que surgir uma oportunidade. ISSO É FURADA. Talvez você acredite estar levando na brincadeira e que disso tudo não vai sair nada. ISSO É FURADA. Tudo não passa de puro show pirotécnico, mágica… Ilusão de óptica. NÃO VALE A PENA.

– Só vai durar uma semana…

Vai durar alguns dias sim… Aquela promessa da massagem, as músicas no violão, poemas dedicados, carinho, cafuné, paciência para ouvir, compreensão… Tudo vai durar apenas alguns dias. ESSA É A VERDADE. No final vão ser um pouco mais de 365 dias de luta contra o inverso disso. Você vai guardar todos os rancores possíveis, ele vai te fazer acreditar que todos os rancores servem para o crescimento dos dois. ISSO É MENTIRA. Todo o sangue que for derramado nesse período não vai servir de nada, quem sabe até ser chamado de apenas PASSADO.

– E vem o silêncio… o criado mudo…

Ele vai aproveitar tudo o que você pode proporcionar para ele. Amigos, Família, Lar, Amor, Confiança. NÃO ENTREGUE. Aos poucos vai te julgar… te definir, te rotular como se te conhecesse, mas ele não te conhece. NÃO ACEITE. Nessa altura pode parecer tarde demais, mas não é. Não acredite nas lágrimas desse “carinha”, provavelmente ele não te ama tanto quanto diz… NÃO ACEITE, POIS NÃO VALE A PENA.

– Eu sinto que sei que és um tanto bem maior….

Ele vai dizer que tudo chegou ao fim. Isso! No momento em que você mais precisa dele. Ele vai virar as costas pra você por achar que você não é tão perfeita quanto ele. Você vai perder o controle e jogar na cara dele tudo aquilo que está sentindo. E ele? Ele apenas vai ficar calado e ser frio o suficiente para manter um NÃO, NÃO VOU VOLTAR… ACABOU. Ele vai ser egoísta e só nesse momento você vai perceber que ele não passava de um moleque metido a experiente, mas que na verdade não sabe de nada. VOCÊ VAI SENTIR… TALVEZ CHORAR. Só que depois de alguns dias você vai dizer que não precisa dele pra viver, que pode decidir sua vida por você mesma…

VAI ARRANCÁ-LO DO TEU PEITO.

– E por tanta exposição a disposição cansou…

Venho por meio desta dizer que seja feliz. Seja feliz por você, não pelo “carinha”, não pelo acadêmico, não pelo surfista, não pela injustiça, não pela oportunidade. Seja MUITO MAIS.

Porque no fim de tudo só restam as reticências.

Ao som de “…” (O Teatro Mágico)

Geraldo DeLima

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: